O lendário Little Richard

Hoje o mundo perde Little Richard, mais uma Lenda da Música e um dos pais do Rock, enquanto que os Céus ganham alegria que tanto nos contagiou por aqui.

Realmente não gosto de fazer do meu blog uma sessão de obituários. Muitos dos artistas com os quais me marcam muito, eu costumo comentar no Twitter.

Mas como todos sabem de meu “juramento ao Rock and Roll”, é evidente que me sinto numa obrigação moral de publicar esse post.

Simplesmente porque Little Richard é realmente uma lenda nesse cenário que tem como maior apelo a ATITUDE. A rebeldia e descontração de ser ouvido que o gênero Rock entrega tão bem!

Richard Little GIF - Richard Little - Discover & Share GIFs

E a mulherada de hoje se achando inovadoras com o “pé na pia”. Richard já fazia isso no Piano e tocando !!!!!!

Para mim, Little Richard é um dos artistas que captaram a mescla do Blues e Jazz mais ritmado, mais grave, mais desprendido e ousado que fez desencadear o Rockabilly da década de 50, sub-gênero do Rock and Roll que nos impulsiona sempre quando toca.

Richard Wayne Penniman é exemplo de superação do preconceito racial e de gênero. Veio de uma família negra e pobre, numa Georgia (EUA) impregnada pela segregação racial e calou a boca de muitos ao ser prestigiado por seu talento musical, brincando com o dedilhar nos pianos e com uma voz vívida e peculiar. ISSO É ATITUDE ! ISSO É ROCK AND ROLL !

Não pra menos se fez notoriedade e influência para muitos outros artistas, inclusive nos mais diversos gêneros da nação roqueira, como Beatles, Chuck Berry, Kiss, The Rolling Stones, David Bowie, Bon Jovi e Cinderella:

Aqui o meu muito obrigada a Little Richard. Você foi VOZ (e continuará sendo pra mim). Literalmente música para os meus ouvidos:

Long Tall Sally e Tutti Frutti

Rip It Up

Keep a Knockin’

Jenny Jenny

Slippin’ and Slidin’

Good Golly, Miss Molly

Lucille

Vá em paz e espalhe alegria aos céus!