Coringa

Para tornar a realidade suportável, todos temos de cultivar em nós certas pequenas loucuras. (Marcel Proust)

Imagem relacionada

**** Contém spoilers

Logo na primeira semana de estreia, eu assisti ao tão famigerado filme que já é sucesso de bilheteria, sobretudo em relação à atuação de Joaquin Phoenix.

E creio boa parte do público brasileiro também o tenha assistido, pois os números não mentem.

Coringa já é sucesso de bilheteria. Só no Brasil, o filme é está enquadrado como o mais rentável na história do cinema para a faixa etária adulta. Ultrapassou a marca de R$ 105 milhões de reais.

No mundo, a arrecadação é ainda mais expressiva: mais de 900 milhões de DÓLARES!

E o reflexo desse trabalho foi notadamente com a procura de fantasias do último Halloween, para imitar o icônico vilão tanto no figurino quanto na maquiagem, obviamente.

A escadaria em que o ator dançou “Rock And Roll Part II”, tem sido incessantemente procurada para fotos. Agora é atração turística do Bronx:

 

E por falar em dança… a trilha sonora também tem servido de repertório dos ouvidos de muita gente, músicas estas que já estavam guardadas no baú há tempos:

 

 

 

 

 

 

 

 

Eu gostei muito do filme, além de sua mensagem direta quanto à fatores sociais, mas nem todo o público aprovou, sobretudo aqueles mais fiéis à história do Batman nos quadrinhos.

É porque o foco nesse filme foi dar um significado, um motivo real para que o Coringa fosse levado a cometer crimes da forma caricata e doentia.

Por isso a atenção voltada aos problemas mentais, o crescimento sem o conhecimento sobre seus pais biológicos, o desenvolvimento em ambiente hostil somado à falta de recursos financeiros

Porém, uma coisa é incontestável: A atuação de Joaquin Phoenix se sobressai ao filme (quero muito ver o making off) e com certeza um merecedor de elogios e premiações.

Quem não gostou nadinha foi Jared Leto, que atuou quase como figurante ao tentar encarnar o arqui-inimigo de Batman no filme Esquadrão Suicida, que foi um verdadeiro fracasso e o público não economizou nas críticas ruins. O cantor sentiu o ego e orgulho excessivo bastante ferido pelo fato de terem escolhido Phoenix para o filme e de que moveu pauzinhos para que isso não ocorresse.

Pois é meu povo. As surdinas trapaças também ocorrem em Hollywood e não apenas para nós, meros empregados. Sempre tem alguém para querer sentar em sua poltrona.

Resultado de imagem para filme joker arthur

Além da metáfora do que somos e o que realmente sentimos por trás de nossas feições, o filme é enfático quanto à filosofia de Jean-Jacques Rousseau, de que o Homem nasce bom mas a sociedade o corrompe, ou seja, de que os problemas mentais de Arthur Fleck é o principal mal, mas sim o fato dos outros não lhe respeitar, de minorar sua dignidade, reconhecimento e condições financeiras, além da moradia em cidade menos precária.

Isso sem contar no fato de ser mal influenciado por conselho falso de pseudo colega de trabalho, da dependência do serviço social e de saúde pública, do respeito ao trabalho alheio, bullying, auxílio à pessoas com comportamento tendente ao suicídio… enfim, transtornos mentais para pessoas que convivem em meio à solidão na multidão caótica das metrópoles carcomidas pela política.

Há cenas que você se compadece com o famoso antagonista de Wayne, sobretudo quando agredido, a falta de um convívio familiar e, é claro… a Epilepsia Gelástica, transtorno provocado por tumores benignos na região do hipotálamo que provoca um tipo raro de convulsão, em que a pessoa ri de forma descontrolada, sem conseguir falar, principalmente quando se vê em situação de grande stress.

Ou seja, o filme se utiliza da ascensão do cinema por meio da história de personagens dos quadrinhos, para abordar assuntos sérios e super atuais.

E, particularmente, as cenas de violência não são tão sangrentas e barulhentas em relação à muitos filmes nesse estilo, mas elas chocam pelo desespero e melancolia do personagem e a forma criminosa que passa a tomar conta de Arthur.

Muitas pessoas esperavam mais pelo comportamento criminoso do Coringa, mas ele esteve lá o tempo todo. Se perceber, o filme mostra Arthur matar 7 pessoas de forma explícita e sem pensar duas vezes.

Resultado de imagem para arthur fleck Imagem relacionada Resultado de imagem para arthur fleck

Ou seja, o filme prova que não é necessário existir cenas de ação e perseguição policial, pois tudo isso acontece numa transição do Arthur Fleck para Joker, tudo numa atmosfera dramática.

Resultado de imagem para gif film joker dance

Imagem relacionada

Quanto aos trejeitos, inclusive vestimenta, maquiagem e aquela pose teatral, ficou notória a intenção de se mesclar o estilo caricato dos quadrinhos, com a reprodução do Joker protagonizado por Jack Nicholson e Heath Ledger:

Imagem relacionada + Imagem relacionada + Resultado de imagem para joker heath ledger smiling =

Imagem relacionada

 

Pra mim, o pior não foi a expectativa de o filme ser mais ou menos violento que o esperado, mas o impacto no fato de que eu tinha acabado de começar a tomar antidepressivo para controle de ansiedade há menos de uma semana e ainda sentia diversas reações típicas de adaptação.

Sinopse: O comediante falido Arthur Fleck encontra violentos bandidos pelas ruas de Gotham City. Desconsiderado pela sociedade, Fleck começa a ficar louco e se transforma no criminoso conhecido como Coringa.

Título Original: “Joker”.

Diretor: Todd Phillips

Produção: Bradley Cooper, Todd Phillips, Emma Tillinger Koskoff

Distribuição: Warner Bros. Pictures / DC Films

Gênero: suspense psicológico

Elenco: Joaquin Phoenix, Robert De Niro, Zazie Beetz , Frances Conroy , Brett Cullen

Lançamento: 2019

Música: Hildur Guðnadóttir

Figurino: Mark Bridges

Fotografia: Lawrence Sher

Desenho de Produção: Mark Friedberg

Duração: 123 min.

Classificação: 16 anos

O enredo não guarda muita compatibilidade de idades entre Batman e Coringa, por exemplo, dentre outras dissonâncias. Porém há quem sustente que o filme é para ser confuso porque, em tese, tudo o que acontece no filme ainda é uma possibilidade de vir a acontecer… que tudo aquilo não passava de fruto da imaginação de Fleck que, de fato, sofre de transtornos mentais e até mesmo sem nunca ter saído do hospital psiquiátrico.

Eu amei o filme em todos os aspectos, principalmente de como instigou as pessoas a conversarem sobre os temas abordados, tal como Phoenix assim queria e repito… Com uma performance de se aplaudir mesmo

Resultado de imagem para gif film joker

 

Imagem relacionada

 

P U T   O N    A    H A P P Y    F A C E  !

 

 

Mais em:

https://exame.abril.com.br/estilo-de-vida/jared-leto-tentou-cancelar-coringa-de-joaquin-phoenix/

DC errou com Coringa de Jared Leto, mas ele não merece retornar – e aqui está o porquê

https://www.omelete.com.br/filmes/coringa-jared-leto-tentou-impedir

Os 20 melhores momentos e segredos no trailer de Coringa

https://www.bbc.com/portuguese/geral-49992063

https://brasil.elpais.com/brasil/2019/10/08/cultura/1570554578_775152.html

https://revistamarieclaire.globo.com/Noticias/noticia/2019/10/escadaria-no-bronx-vira-ponto-turistico-de-fas-de-coringa-e-residentes-alertam-assalto-garantido.html