Fluido completo hidratante facial – base de rosas, de Le Couvent Des Minimes

IMG_4845Gente, eu estava sentindo falta de resenhar produtinhos de cosméticos para vocês. Preciso tirar o atraso.

Para quem acompanha minhas wishlists da vida, sabe que eu adoro a francesa Le Couvent Des Minimes, que por sua vez é um forte tentáculo da L’Occitane e que passou por uma forte remodelagem na roupagem e nas fragrâncias que agora está mais num estilo Jo Malone (eu não gostei).

Todavia, a proposta da Le Counvent é mais modesta, apelando para a importância de ativos naturais, inclusive herbais e milenarmente utilizados, pois advém de receitas antigamente usadas por freiras em conventos no tratamento de pele e outros cuidados com a saúde para pessoas necessitadas.

Daí o nome para a marca, servindo de maravilhoso SPA, aquele lugar que abrigou um verdadeiro convento, fundado em 1613 e localizado em Mane (França).

Vale muito a pena ler toda a história do lugar até ser ocupado pela marca ainda nova, nascida em IMG_48482004 e que desembarcou no Brasil rapidamente em 2012 através de parceria com a CIA Brasileira de Distribuição (o Pão de Açúcar), mas que não vingou.

Um dos principais ativos que já foi muito bem trabalhado pela marca é o mel e a lavanda.

Porém, o ingrediente da vez que quero destacar aqui é do agrado da maioria das mulheres: ROSAS.

Nesse caso, o fluido hidratante deles é branquinho e aquoso, que denotam a delicadeza e leveza de sua finalidade e composição, o que faz render mais que o esperado.

Sua hidratação se enquadra muito bem tanto ao nosso clima tropical quanto aos variados tipos de pele.

Em relação ao clima, nos tempos mais frios ele ajuda a não deixar a pele áspera ou irritada, porque a pele o absorve muito bem, assim como não deixa a cútis melecada ou abafada nos dias mais quentes.

Esse hidratante deixa a pele macia, com aspecto viçoso, permitindo que a pele respire naturalmente, sem precisar criar uma película de ativos com o uso de diversos cremes para cuidados diversos de uma só vez.

Com isso, automaticamente os poros, por exemplo, não se entupiram com o uso do fluído e ainda torna o seu uso mais frequente.

Tenho a pele oleosa e ele me serviu muito bem, sobretudo por sua suavidade no perfume e fina hidratação. AH! E sem parabenos ou corantes.

Hoje em dia é cada vez mais difícil de encontrá-lo mesmo na gringa. Uma pena, porque essa marca quando resolve descontinuar algo acaba sendo como num passe de mágica, mas valeu muitíssimo a experiência de usá-lo.