Livro: A Bíblia dos Anjos, por Hazel Raven

Nunca tive um acesso muito aprofundado em Angeologia, mas este livro já parece ser uma ótima escolha para quem pretende se adentrar no esclarecimento de diversos questionamentos sobre anjos.

Muitos aspectos são particularmente abordados em capítulos sutis e instigantes, onde a própria introdução parece um capítulo a parte. São eles:

  1. INTRODUÇÃO: O que são anjos? / IMG_4548Fontes dos fatos e tradições sobre os anjos / Por que convidar os anjos para fazer parte da sua vida? / Como elevar a frequência vibratória / Como sentir a presença dos anjos / Indicações visíveis da presença de anjos / Como invocar os anjos / Como escrever para os anjos / Afirmações angélicas / Organize um altar para os anjos / Como usar as cartas de anjos / Anjos na vida diária / Seu diário angélico / Seu livro de agradecimentos aos anjos / Os talentos concedidos pelos anjos / Templos de Luz e A canalização de mensagens dos anjos;
  2. LISTA DE ANJOS: Hierarquias angélicas (Os sete céus; As nove ordens de seresIMG_4549 angélicos; Primeira, Segunda e Terceira Esfera; Anjos da Guarda; O Reino dos Elementais e Os anjos de Enoque;
  3. OS ANJOS E A CABALA: A história da Cabala; O poder criativo do som; O absoluto; Os Arcanjos e as dez sephiroth; As três tríades; Os Três Pilares; As três partes da alma; O Raio; Daath; O Caduceu; A Escada de Luz; Os Quatro Mundos; Pathworking com os anjos; O ritual da Cruz de Luz e Ritual menor de banimento do pentagrama;
  4. AS CORES DOS ANJOS: Os anjos dos raios; Raio rubi – Arcanjo Uriel; Raio laranja – Arcanjo Gabriel; Raio amarelo – Arcanjo Jophiel; Raio verde – Arcanjo Rafael; Raio azul – Arcanjo Miguel; Raio índigo – Arcanjo Raziel; Raio violeta – Arcanjo Zadkiel; Meditação das cores com os anjos dos sete raios; Raio branco – Arcanjo Metatron; Raio cor-de-rosa – Arcanjo Chamuel; Raio turquesa – Arcanjo Haniel; Raio Lilás – Arcanjo Tzaphkiel; Os raios transmutadores da quarta dimensão; Meditação para ancorar os raios chákricos da quarta dimensão; A meditação dos raios transmutadores da quinta dimensão; Cores do ambiente natural – Arcanjo Sandalphon; Meditação sobre o uso das cores da natureza; Raios metálicos; Meditação do Sol e da Lua em harmonia; Meditação da criatividade e da harmonia da alma; Meditação da chama violeta da transformação; Meditação da chama cor-de-rosa da estrela do coração;
  5. MEDITAÇÕES ANGÉLICAS: Postura de meditação; Espaço de meditação; Preparação; Sinfonia com os anjos, Meditação das asas dos anjos; Meditação da auréola angélica; Meditação do templo angélico; Meditação da espada do Arcanjo Miguel; Meditação com o Arcanjo Uriel para descobrir o seu caminho de vida; Meditação dos anjos da manhã; Meditação dos anjos da noite; Meditação de sintonia com as estrelas;
  6. ANJOS DE MUITOS LUGARES: Os anjos do Antigo Testamento e suas raízes; Tradição judaica; Anjos da Cabala; Os anjos cristãos; Anjos budistas e hindus; Anjos islâmicos; Os mórmons; Os anjos celtas; As lendas dos índios norte-americanos e o xamanismo; Egito antigo e Grécia antiga e a Nova Era;
  7. VISÕES DE ANJOS: Famosas visões históricas de anjos; Encontros com anjos nos dias de hoje;
  8. A CURA COM OS ANJOS: As causas das doenças; O caminho do crescimento; Preparação para uma sessão de cura com os anjos; Ativação da palma da mão e do corpo mental; A percepção dos chakras; O uso do pêndulo; A limpeza dos chakras; Técnicas para limpar os chakras; A aura; Como sentir a aura; Técnicas para equilibrar a aura; Autocura; A cura de outras pessoas; Cura à distância; Cura planetária; Como equilibrar as emoções; Como harmonizar os relacionamentos; Inspiração e iluminação; Proteção; Como harmonizar as polaridades masculina e feminina; Como promover o crescimento espiritual; Deixe o passado para trás; Transformação; Anjos akáshicos – examinando as vidas passadas; Regresso à vidas passadas; Como libertar espíritos; Corte as amarras com a ajuda do Arcanjo Miguel; Fortalecimento angélico; Eliminação do karma; Orientação espiritual; Aceitação e desenvolvimento de dons espirituais; Resgate da alma;
  9. ANJOS E CRISTAIS: Magia dos cristais – conecte-se com o mundo espiritual e celestial; Seleção, cuidados e limpeza; Como dedicar o seu cristal; Quartzo aura angélica; Serafinita; Celestita; Angelita; Azeztulita; Moldavita; Kunzita e hidenita; Opala; Quartzo Serifos verde; Diamante; Tanzanita; Quartzo rutilado; Iolita; Ametista; Topázio azul; Quartzo rosa; Esmeralda; Citrino; Lápis-lazúli; Danburita; Rubi; Pedra da lua; Fulgurita; Água-marinha;
  10. OS ANJOS E OS ÓLEOS ESSENCIAIS: O uso de fragrâncias para atrair os anjos; Óleos carreadores e advertências; Massagens, banhos e inalação de vapor; Difusores; Artigos aromáticos para a casa; Óleos essenciais para problemas específicos;
  11. ANJOS E ASTROLOGIA: Anjos planetários; Anjos do Zodíaco; Anjos das estações; Anjos dos dias e das horas; Anjos das quatro direções;
  12. ANJOS DA ASSISTÊNCIA: Quando você precisar de ajuda imediata.

Ainda há glossário com os principais termos que envolvem a temática do livro.

Agora, o que me deixou mais maravilhada e mais liberta de um sentimento cético foi o fato de ver descrito no livro boa parte das sensações que eu mesma já tive a glória de sentir quando se nota a presença de um anjo.

É como se eu tivesse narrado o que presenciei diretamente à autora.

Enfim, é de arrepiar e não é pra menos que a crença em anjos está presente em várias religiões e não apenas no catolicismo.

Gente, encaro isso como um assunto muito sério e extremamente íntimo, mas sinto que preciso compartilhar essas minhas experiências com vocês.

Por isso, não pretendo que acreditem ou aceitem tudo o que mais escrevo adiante, mas que ao menos respeitem esses meus relatos.

Pois bem. Sim, acredito em forças benignas e malignas, onde você escolhe o caminho a seguir, pois ambos agem sobre o nosso mundo.

Assim, prezando pelo Bem, pela Luz e pelas energias positivas, citarei primeiro as impressões ruins que tive e, por último, como mais sublime e superior, as impressões boas que também senti e que, aliás, me foi concedido num momento muuuito posterior ao outro lado.

IMAG0084.JPGÉ atravancado demais revelar que desde criança eu tinha visões perturbadoras do que chamava de um “fantasma” e que lembro-me como se fosse hoje de descrevê-lo como “Bú” (Boo!), em referência a espécie de interjeição utilizada para expressar espanto ou medo.

Eu mal sabia sobre crenças ou religiões. Foi um dos principais motivos que me levou a decorar o Pai Nosso. Eu via aquela aparição o tempo todo dentro de casa e o descrevia a minha mãe com detalhes.

Levitava por apenas alguns dedos do chão, de manto murcho de cor preta e capuz que o cobria por inteiro. Não tinha rosto; esse “espaço” era um buraco também preto, vazio, como se para não revelar suas expressões. Mas, ainda, assim, conseguia ser intimidador, IMAG0079provocativo, como se quisesse prenunciar algo de ruim com alguma coisa ou com alguém.

Por muitas vezes eu silenciava, não contava nada pra ninguém, mas tinha vezes que eu não queria ir para algum cômodo com medo de ver aquela aparição. Sempre voltava quase que correndo para sala, com TV ligada ou pessoas para que isso se dispersasse.

Uma vez, chorei aos prantos de tal maneira que minha mãe também se assustou. Dizia-me para rezar o Pai Nosso e ainda ficou comigo por um tempo enquanto eu rezava, ainda que soluçando.

IMG_4551Mesmo criança, por volta de meus 5 anos, pude concluir que era mais fácil acreditar em todos estes mistérios que tentar renegar a tudo isso, como se fosse “coisas da imaginação”, como são sempre ditas às crianças. Entendi que uma das mensagens era: acredite que isso existe, senão tudo isso será mais frequente até chegar a tal conclusão”.

Só assim consegui me desvencilhar disso. Porém, a última vez que isso reapareceu eu já era adulta. Creio que volta de 2008, talvez. Realmente não me lembro, mas a imagem era a mesma. Havia mais duas pessoas além de mim. Uma orava e o espírito negro estava ao seu lado direito com as mãos direcionadas em seu ombro como que a utilizando como instrumento para aterrorizar o cenário, querendo interferir IMG_4560em sua oração. A outra pessoa estava ao meu lado, sem entender a minha cara de espanto. Sai desbaratinada, rumo a minha casa. Aquele final de semana tinha se encerrado para mim. Essa pessoa queria entender o motivo de minha preocupação, mas eu não podia explicar. Nem me lembro se contei tudo o que via, mas lembro de ter advertido-a a tomar cuidado, a se proteger. O espírito me desafiava, como as pessoas extremamente orgulhosas fazem – como se esticando o pescoço e queixo para cima. Alguma coisa podia acontecer com algo ou alguém. O sarcasmo estava aí.

De fato, depois de um tempo eu soube, pela pessoa que me acompanhava naquele dia que uma pessoa próxima IMG_4583a elas tinha passado mal (não vou detalhar o que ocorreu), mas poderia ter sido grave e, graças a Deus, saiu imune.

De todo esse infortúnio, um certo dia fui agraciada pela presença angelical, eu não tenho nenhuma dúvida disso.

Dizem ver a imagem do anjo pode lhe custar a vida, a menos que esteja no leito de morte quase que inevitável.

Talvez por isso a sua aparição não foi visual. Uma força sensitiva não me permitiu virar o corpo para trás. A sensação do anjo em minhas costas ocorreu em momento completamente imprevisível. Eu não estava em situação de risco, não estava preocupada, nem nada. Foi realmente desproposital. Estava em casa, mais precisamente IMAG0092na cozinha em direção à janela da lavanderia, pois tinha acabado de terminar de lavar louça. Simplesmente assim. Foi quando a imagem que via da janela quase paralisou, tudo se passava lá fora, vista do 18º andar de onde eu estava; uma espécie de câmera lenta. Ao mesmo tempo, por detrás de mim era irradiada (de ambos os lados) uma luz muitíssimo clara e um pouco opalescente. Tive a sensação de sentir a brisa do mar em meus cabelos, eles pareciam ondular se olhada de forma periférica. Os sons estavam super abafados. Barulhos de carros ou buzinas, por exemplo, estavam sendo ouvidas por mim, mas como se estivessem a mais quilômetros de distância do que realmente estavam.

O calor por detrás era constante, mas não incomodava, era como tomar sol de praia em horário recomendado (rsrsrs). Não ardia, mas energizava. Simultaneamente a toda aquela claridade, que vinha de dentro e não de fora da janela, ainda senti como sendo envolvida em asas enormes. Não sentia o abraço em minha pele, mas apenas uma espécie de reflexo, de ensaio… não sei explicar direito. Tudo isso durou pouco. Questão de minutos e desapareceu como um estalar de dedos. A volta consciente de um transe.

Regozijei-me em paz!

Agora, percebam os trechos tirados do livro em destaque, transcritos abaixo e como se assemelham com o que pude vislumbrar:

 

A maioria das pessoas nunca viu de fato um anjo, mas elas sentem a presença dos seus anjos guardiões. Todos os sentidos humanos são sensíveis a esses seres. Eis algumas maneiras pelas quais podemos perceber a presença dos anjos:

A atmosfera do ambiente muda repentinamente e você se sente cercado de uma cálida luminosidade.

(…)

Você tem um sentimento de amor e uma sensação inesquecível de imensa paz.

Luzes coloridas aparecem do nada“. (p.20-21)

 

… também há aquelas que sentem a sublime energia angélica ou as asas de anjos envolvendo-as” (p. 207).

 

Eu sei que não é fácil acreditar, até mesmo para pessoas muito religiosas que confessei isso pareceu muito impactante, mas também sei que de toda a humanidade eu não sou a única a vislumbrar tais acontecimentos para me sentir uma lunática exclusiva. Sei o que

vejo, sento e acredito.

AA333630: Military - Objects

Os Anjos de Mons, de W. H. Margetson, como relato à lenda contada por vários soldados quanto à presença de anjos entre tropas britânicas e alemãs durante a I Guerra Mundial, em 23.08.1914.

E isso me fez gostar muito da obra que destaco nesse post. Evidente que nunca pratiquei tudo que se diz no livro, pois requer prática e auxílios de terceiros que não possuo acesso, já que o livro tendencia e muito para outros estudos correlatos, especialmente no ramo da Radiestesia, Cromoterapia, Astrologia, Espiritismo e até mesmo Retrocognoterapia (Regressão/Hipnose/TVP – Terapia vidas passadas).

Muito desses estudos supracitados conseguem sintonizar a religião da ciência.

O livro ainda ressalta passagens bíblicas, históricas principalmente associadas a religiosidade de pessoas, tal como a emblemática Joana d’Arc e também culturais, como a obra de arte de W. H. Margetson, intitulada Os Anjos de Mons.

Todavia, por associar anjos a tantos outros fatores (essências, cores, símbolos, animais, pedras e cristais, seres folclóricos e mitológicos, paisagens como templos etc) e religiões, àqueles que são céticos ou adeptos do princípia discórdia pode alimentar ainda mais o ceticismo.

Como eu adoro perfumes e também os cito bastante no blog, resolvi fazer um apanhado de boa parte do capítulo intitulado Os anjos e os óleos essenciais:

Anjos e óleos essenciais

E para quem gosta de esoterismo, mistérios e relaxamentos irá gostar da própria editora Pensamento que, na mesma abordagem e formato abarca uma verdadeira coleção com outros diversos títulos, de outras autorias, dentre eles:

9788531519543.jpg Capa A Biblia da Meditacao.qxd:Layout 1 Biblia

A-Biblia-dos-Cristais a-biblia-dos-cristais-vol-2-judy-hall-8531515939_300x300-PU6e74d969_1 a-biblia-dos-cristais-vol-3

Capa The Ayurveda Bible_Frt Cover.qxd:1 a-biblia-dos-sonhos-brenda-mallon-8531518008_600x600-PU6e74da38_1 Livro-A-Biblia-Da-Aromaterapia-Gill-Farrer-Halls-7879943

978-85-315-1611-5.jpg 978-85-315-1594-1.jpg 978-85-315-1831-7.jpg

a-biblia-da-massagem-susan-mumford-8531516102_300x300-PU6e74d97a_1.jpg livro_biblia_dos_chakras.jpg 978-85-315-1832-4.jpg

978-85-315-1801-0.jpg 560d46ae-44aa-446e-81ae-6bddff5c1ae0.jpg 978-85-315-1754-9.jpg

Ficha técnica:

Título original: The angel bible

Autor: Hazel Raven

Editora: Pensamento

Tradução:  Denise de C. Rocha Delela

Capa: Peter Teller/Getty, Smithsonian American Art Museum/Art Resource/Scala, Acevedo Melanie/Photolibrary e Octopus Publishing Group Limited

Gênero: Religião, Esoterismo, Angeologia

ISBN: 978-85-315-1689-4

Edição: 2010

Páginas: 400

 

 

 

Anúncios