Creme de tratamento para os pés Ligia Kogos

pés Ligia KogosInfelizmente, ao contrário de minhas últimas resenhas e como maioria, esta não revela aspectos muito favoráveis ao creme de tratamento cosmético para os pés.

Já posso adiantar considerável decepção pelo produto.

Todavia, me cabe aqui ressaltar grande apreço com a experiência de tantos anos de Ligia Kogos, uma das mais famosas dermatologistas do país, mas que o uso de seu nome e know-how tem sido mal empregado pelo fabricante Suport Com e Ind. de Cosméticos Ltda.

Pelo menos foi o que notei nesse creme em que prometem uma ação de pele macia, livre de aspereza e impedimento ao ressecamento.

Não notei absolutamente qualquer resultado, mesmo utilizando-o de forma contínua, durante a noite (quando os pés realmente não se movimentam) e até com meias para conter o produto em meu pé por mais tempo, forçando maior fixação após estar bem massageado.

IMG_4430Mas tudo foi inútil.

Sinceramente, acho que o fabricante falta com a verdade. Até eu mesma faço hidratantes com mais eficácia.

A bem da verdade, não é porque se vincula o nome de aclamada dermatologista, que o produto possa ser classificado como dermocosmético, como se fosse mais recomendado o seu uso como tratamento medicamentoso para o cuidado rotineiro da pele. Longe disso.

Até porque, se verdadeiramente fosse avaliado como dermocosmético, seria mais vendido em farmácias que perfumarias, tal como ocorre com o creme em destaque.

A culpa foi minha de o ter adquirido de forma um tanto quanto afoita.

Usei continuamente por mais de um mês e nada mudou.

Para quem não sabe, tenho um pé super castigado. Não tenho vergonha de dizer que meus pés são extremamente ressecados (um jacaré ficaria com inveja do meu calcanhar), despelam com facilidade, além das calosidades, perda de sensibilidade em alguns pontos e até joanete.

É o preço da vaidade e dos padrões exigidos para o meu trabalho, acumulado por andanças e mais andanças em diversos Fóruns desde a minha época de estagiária.

O único ponto positivo é a fragrância super agradável e suave, que combina bem para os pés.

Até que absorve bem e hidrata muito que momentaneamente. Enfim, fica só na expectativa mesmo.

Em formato de bisnaga, a consistência se altera um pouco. Sua aparência não é exatamente cremosa, mas um pouco flocada, tipo suflê. Por isso, se recomenda agitar bastante antes de usar mesmo sendo firme. Nesse caso é comum o “creme” ser separado do que eu diria de uma espécie de “soro”. Conclusão: de um modo geral, o que eles chamam de creme, eu chamo de coalhada.

A hidratação que é momentânea se salva pela uréia. Concluo que, para os pés, não basta confiar muito apenas nas propriedades da uréia.

E ai de você se utilizar o creme com o pé machucado. Vai arder mais que a antiga fórmula do merthiolate.

E não há ativos específicos para ações antibacterianas, antimicóticas ou coisa parecida.

Nas mãos parecem surtir mais efeito que nos pés.

Por conta da decepção, o preço que paguei por ele, me saiu caro. R$ 53,00 (80g.)

Espero que outras pessoas possam ter sido uma experiência melhor que a minha. Talvez para os meus pés, o fabricante precisasse de um desafio maior.

Anúncios