Linha capilar básica L’Occitane en Provence

Uma resenha para shampoo, condicionador e termo protetor da linha Aromacologia com função reparadora, famosa para divulgar em seu rótulo uma composição de cinco óleos essenciais (ylang-ylang, laranja doce, lavanda, gerânio e angélica).

Faz tempo que comprei os produtos e já estão para acabar e minha experiência foi: nada mais que dentro da normalidade.

Normal porque é muito bom, mas proporciona apenas uma hidratação já esperada, principalmente quando se paga caro por eles.

Começo pelo produto que mais me decepcionou: o termo protetor (finalizador).

img_0995Ele rende bastante, mas é completamente aguado (de coloração salmão) e não serve de substituto do antigo sérum que amaciava, nutria, retirava o frizz com controle do volume e perfume característico nos cabelos por um tempinho prolongado.

E haja borrifadas se quiser que ele sirva de protetor contra os efeitos de secadores e pranchinhas, viu.

Ainda recomendo utilizá-lo com os cabelos secos. Com as madeixas úmidas, o produto parece desaparecer nos fios.

Era meu fiel e escudeiro finalizador. Carregava-o sempre em minha bolsa. A embalagem ainda tinha essa vantagem também.

Ele era surpreendentemente ótimo! Era menor, mais denso, todavia durava ainda mais.

Meu cabelo se acostumou com ele de uma forma inesperada. Explico: sabemos que os cabelos se acostumam facilmente com variadas fórmulas, texturas e diversas outras composições e produtos capilares, fazendo com que o uso frequente já não proporcione os mesmos resultados das primeiras aplicações.

Com o sérum era diferente. Meu cabelo se acostumou com ele de tal forma que, em verdade, só ficava mais disciplinado e radiante com ele. Nenhum outro sérum, leave in ou silicone parecia ser páreo.

Até ser descontinuado.

Foi aí que confiei no termo protetor, mais caro que o sérum já inexistente e ele não mantivera, absolutamente, nenhum efeito que o outro produto fazia. Em pensar se tratar da mesma marca e linha capilar… Vai entender, né.

Ele até nutre os cabelos, mas com aplicações mais generosas e com duração muito curta, praticamente notado somente quando espalha pelas madeixas.

O seu paradigma tinha uma duração que se estendia, praticamente até a próxima lavagem e ainda tinha de espalhar um pouco nas mãos antes de passar mexa a mexa, quão concentrado ele era.

Enfim, por muitas vezes até esqueci que tinha o produto em meu armário.

Shampoo e Condicionador:img_0992

Durante a limpeza, o shampoo rende muitíssimo bem, é incolor e bem denso (não é ralo). Faz muita espuma até mesmo na primeira lavagem.

Não possui nenhum efeito de leveza ou refrescância no couro cabeludo.

Pela hidratação, o condicionador tem uma consistência mais rala para um creme e rapidamente absorvido pelos fios. Logo, sai facilmente no enxágue.

Dá a impressão de que, para manter os cabelos ultra nutridos, se deve aplicar mais alguma máscara, banho de creme ou algo semelhante.

A fragrância e efeito é muitíssimo parecido com a linha Botica da Bio Extratus, de algas img_0994marinhas e oliva, também indicado para cabelos quebradiços.

Em resumo, a linha poderia ter me agradado mais. É boa, mas não para se usar com constância, pois os resultados serão cada vez mais diminuídos.

A L’Occitane indica o produto para proporcionar força e brilho, além de suavidade e maciez.

A hidratação é simples, não notei muita maciez e, de fato, meus cabelos quebraram menos, mas poderia ser melhor.

Shampoo 500ml.: R$ 118,00

Condicionador 250 ml.: R$ 97,00

Termo protetor reparador 125ml.: R$ 138,00

Anúncios