Retornando com sabor de fel

É com um leve sabor de fel que lamento ter atrasado posts e mais posts em meu blog por conta de diversas incompatibilidades de tempo, mas que também não as reclamo, pois eram necessários, mas enfim, agora um pouco mais suavizado.

Aquele verdadeiro UFA! Rsrsrsrs

Tive de passar por cima de comentários sobre a Paraolimpíadas* (não gosto de termo paralimpíada); dos novos looks da Kate Middleton; da separação de Pitt e Jolie; do cerco sendo fechado ao alto escalão da corrupção no Brasil; do plano econômico do Governo Federal para rechaçar direitos trabalhistas e previdenciários e, tenho certeza que elevação da carga tributária (eles precisam extorquir mais da população para ter o que continuar desviando em seus próprios bolsos); do esculacho das últimas eleições…

… Não, esse eu tenho que comentar um pouquinho.

Com tanto mau caráter, picareta e sem vergonha sendo eleitos e nós, que assistimos a toda essa barbaridade de roubalheira infernal, ainda temos de ver cada peça se candidatando e, pior, se elegendo que me faz pensar: que quando chegamos ao fundo do poço, descobrimos que ainda existe porão.

Trata-se de verdadeiro escárnio, uma representação do flagelo da ignorância e da involução de uma gama da sociedade brasileira que parece estar mais que acostumada com a miséria proposital que se enraíza no país.

Pessoas que se candidatam e que não se levam a sério… Como podem se comprometer com boas propostas?

Eis alguns exemplos estarrecedores bastante divulgados por aí:

Mas o pior de tudo foi que, como mesária no 1º turno, presenciei jovens que só votaram para não sofrer implicações. Mal sabiam para quais cargos políticos se referiam as eleições… Ou seja, não sabendo sobre a eleição para Prefeito e Vereador, tampouco saberia em quem votar, menos ainda das propostas e muito menos a investigação de toda uma vida pregressa de cada candidato, né.

Aí fica mais que justificado o motivo de termos energúmenos no Poder, desvairados pelo dinheiro e fama.

Acho que perto de muitos desses escárnios, o diabo se tornaria santo.

Bom, enfim, um pouco de desabafo. Mesmo que atrasado, sinto que me cabe o dever de chamar a atenção para tais fatos, de sermos cada vez mais responsáveis no voto  e na constância do mandato daquele em que você confiou sua representatividade.

Beijo a todos e uma ótima semana nesse caos de horário de verão!

Anúncios