Pizzaria Famiglia Mancini /Caligraphia

Estes últimos meses andam muito corridos pra mim, mas sinceramente eu nem ligo…

Faz quase um mês que comemorei meu niver e ainda não tinha postado algo: uma breve resenha de um dos meus restaurantes prediletos: a Pizzaria Famiglia Mancini.

Localizado numa pequena e charmosa rua do centro da cidade de Sampa, muito bem cuidada justamente para receber atrativos gastronômicos, ou seja, rede de restaurantes e bares pertencentes do mesmo dono, tendo cada lugar uma culinária e um público específico.

Confesso que ainda não conheço todas as lojas, bares e restaurantes, mas me sinto muito bem ao marcar sólida presença na pizzaria mesmo que também serve pratos típicos das autênticas cantinas, principalmente pela variedade de massas gratinadas, por exemplo.

Para comer: O tamanho das pizzas também é robusto. Adoro a nossa básica combinação de frango com catupiry. Para não enjoar muito, a outra metade fica dedicada a Nono Paolo, uma ótima opção para quem quer experimentar a famosa pizza de calabresa com um toque diferenciado, vez que é acompanhada de manjericão e queijo de cabra – que eu amo, principalmente assim, quentinha e desmanchando.

Assim como na maioria dos lugares, ao pedir pela pizza de sabores diversos, é cobrado por aquele de maior preço (salvo engano), mas as diferenças não são gritantes entre um sabor e outro.

IMG_1623

No almoço, mas não tem a mesma magia do jantar do Mancini

Ah! E pensar que quase fiquei órfã da Nono Paolo – fui almoçar certo dia por lá e vi que esta opção já não constava mais em cardápio. Fiquei triste e acho que até pedi para eu voltassem e não é que voltou mesmo!

Para beber: A carta de vinhos também é muito boa, porém devo confessar que amo os vinhos denominados “novo mundo”, os chilenos em especial, pois os considero muito mais encorpados.

Neste quesito os vinhos já não são tão repletos assim. A opção de vinhos do “velho mundo” são maiores e, via de regra, separadas por região, além de serem mais caros.

No acompanhamento do vinho, você perceberá que até o rótulo das garrafinhas de água remetem ao grupo Famiglia Mancini.

Ambiente: Para quem ainda não conhece, recomendo que vá durante a noite. A rua fica linda com a iluminação de lâmpadas coloridas, o clima do restaurante fica muito mais romântico e a música ao vivo é espetacular. Vale cada centavo do couvert artístico, cobrado por pessoa (entre R$ 18,00 e R$ 25,00 – agora eu não me lembro).

Repertório fino e bem sincronizado de puro Jazz. E que piano de calda, viu…

Faço sempre questão de procurar me sentar próximo dos músicos e da janela. Assim fico com a parte que considero privilegiada do salão.

Uma ótima opção para jantares românticos.

415171_306787089360743_2039269036_o

ambiente-da-pizza--pasta-famiglia-mancini-em-sao-paulo-1363808984222_300x300

http://guia.uol.com.br/sao-paulo/restaurantes/detalhes.htm?ponto=pizza–pasta-famiglia-mancini_1057018586

Atendimento: também muito polido. Na última vez que estive então… a atenção foi impecável.

Sobremesa: sou uma chocólatra assumida, todos sabem. Não sei brincar quando o assunto é chocolate (vide as cestas de páscoa que costumo fazer e que já mencionei por aqui). Mas aqui não é o forte da pizzaria. As opções de sobremesa são pequenas e básicas em comparação a todo o cardápio.

O mousse de chocolate é muito bom, mas ficará com um gostinho de quero mais para quem estiver muito a fim de comer doce e o preço é como se fosse bacalhau: salgado para uma sobremesa de elaboração não muito dificultosa.

Acompanhei a mousse com um belíssimo cálice de vinho do porto, perfeito para doces, até mesmo pelo seu aspecto licoroso.

Para saber mais, só degustando mesmo.

E nada teria sido tão bom e especial, se eu não estivesse acompanhada do meu amor…

Custo médio (já nem lembro mais o valor exato):

Pizza – R$ 80,00

Vinho – R$ 135,00

Mousse – R$ 18,00

Vinho do Porto – R$ 23,00

 

E só mais um adendo: não deixem de passar na Galeria e loja de Artes deles – a Caligraphia.

Vale a pena conhecer. Eu sempre me fascino com o cavalinho de carrossel exposto na vitrine e as caixinhas de música, os artigos de papelaria e decoração.

Lá se encontram até ceras e sinetes para lacres… Sim, eu uso sinete.

20151221_213256

Eu não resisti e comprei um adorno de passarinho rosa que há muito tempo eu queria e, por incrível que pareça, não estava encontrando em lugar algum. Paguei R$ 24,00. Porém, preparem os bolsos por lá, mas é um cantinho lindo.

Mais em: http://www.famigliamancini.com.br/

 

Anúncios