Sí Señor / Brigaderia

logo

Si Señor

Sempre tive certa resistência com a culinária mexicana e texana, por conta do temido gosto apimentado, mas pelo menos o Si Señor não me deixou com qualquer tipo de trauma e já recomendo para todas as pessoas experimentarem.

Comi e me senti muito bem, obrigada. Não achei nem um pouco apimentado como imaginava. Claro que você sente uma ardência, mas muito fraca pelo o que provei.

Aliás, você sente muito bem o sabor de tudo, nada fica “agressivo”.

O ambiente é também muito discreto e, digamos que perfeito para quem não gosta de muuuita claridade, além da música no ambiente ser bem no meu estilo: blues e rock básico, bem baixinho, suave.

O cardápio é repleto, tanto de bebidas quanto dos petiscos e pratos principais, com símbolos de pimentinhas utilizadas para classificar os mais e os menos apimentados, além das opções vegetarianas e veganas.

Experimentei um Smothie  que não lembro o nome, mas delicioso, com calda, frutas silvestres, limão…

Mas a sensação mesmo foi a fajita mista de frango e filé mignon carregada no queijo cheddar, acompanhadas de tortilhaIMG_1460 de milho embrulhada e servida numa cestinha separada, com pico de galo (vinagrete), nachos chips, molho apimentado (esse sim dava pra sentir algo mais… caliente rsrsrs), guacamole (leve e uma delícia, mas nem tem tanto abacate assim), chilli (queijo cremoso e feijão – mas que não curti tanto assim – prefiro muito mais guacamole).

E para incrementar ainda: batata frita que, na versão Si Señor, vem salpicada com um pouco de pimenta do reino… Portanto, cuidado!

A Fajita e todos os complementos que citei, com as carnes servidas em frigideira de ferro beeem quente, servem tranquilamente duas pessoas e custa cerca de R$ 80,00.

Da próxima vez, experimentarei algumas versões deles dos mojitos.

Por incrível que pareça, as sobremesas não me encantaram tanto assim… É quanto mais lambuzado parecer, melhor destacarão aos meus olhos.

A resenha até me fez lembrar uma música country que escutava muito quando criança rsrsrs: Guacamole, do grupo Texas Tornados, porém nesta idade eu sempre zoava com a música que parecia falar “vaca mole”, já que eu pouco fazia ideia do que viria a ser guacamole.

Mais em: http://www.sisenor.com.br/

Brigaderia:

Para adoçar o post gastronômico do mês, tecerei breves considerações sobre a Brigaderia que, como induz o nome, consiste numa boutique especializada em brigadeiros gourmets.

O problema é que, como invadiu os shoppings, muitas pessoas a associam como um ótimo lugar para se provar brigadeiros, mas posso ser sincera… nem é tão cremoso assim, além de ser um dos brigadeiros mais caros (R$ 3,50, cada) que vi por aí.

São muito saborosos, mas a cremosidade não explode em meu paladar.

IMG_4714Embora encartem opções significativas, os brigadeiros que mais vejo nas franquias são: casadinho, ninho, ao leite, limão, crispy de morango, paçoca, pecado, cheesecake de goiaba, negrinho e meio amargo.

Assim, quando compro algo na Brigaderia, invisto sempre no Bolo de 20150425_163714
Pote (aproximadamente R$ 27,00), na versão casadinho que consiste em: bolo de chocolate e bolo de baunilha, com recheio de brigadeiro ao leite e branco. É bem mesclado, mas não muito lambuzado. Ah! E vem com uma colher também, já para comer em qualquer lugar mesmo.

Adoro isso porque pareço criança. Saio do lugar já rompendo o lacre para provar o quanto antes.

O rótulo e decoração em tecido é muito fofo mesmo. Eu amo estas estampas de arabesco que, por sinal, é marca registrada da loja, até mesmo em suas sacolas, nos estofados das cadeiras para quem quiser desfrutar dos doces e cafés no próprio ambiente e tudo o mais.

IMG_4711Parece loja de filme ou de boneca, bem como toda colorida e estilo, até mesmo em seu site todo interativo.

Mais em: http://www.brigaderia.com.br/

Anúncios