Atitudes frequentes e grosseiras no país primitivo chamado Brasil

duke charge

Não é e nem será, infelizmente, a primeira vez que questiono a falta de respeito, cultura e educação no Brasil, mas preciso relatar algo que presenciei no último final de semana:

Estava eu, voltado pra casa de metrô e me entram duas pessoas desprovidas de raciocínio ou discernimento: dois fanáticos de torcida organizada que, mesmo sem suas camisas de times, era notório se tratar de indivíduos em que, com muito esforço, só conseguem viver e falar sobre futebol. Não precisa nem mesmo cantar hinos, puxar coros ou coisa parecida… Dava para perceber pelo jeito abobalhado de se falar e sempre querendo chamar a atenção, se perdurando nos canos, etc.

Eis que, ao desembarcarem na estação Carandirú, se depararam com um transeunte que vestia uma regata da Gaviões da Fiel, torcida organizada do Corinthians, que adentrava naquele momento ao vagão do metrô.

Carandirú… Acho que se esqueceram que o presídio foi demolido para estarem lá, né.

E essa foi a sorte! Ele entrara sem que desse tempo dos outros dois voltarem, vez que as portas do trem se fecharam, sem que pudesse reabrir.

Tenho certeza de que, se isso não tivesse ocorrido, eu teria presenciado, no mínimo, uma tentativa de homicídio, já que o intuito altamente agressivo e animal dos outros dois não era a de provocar tão somente insultos ou lesões corporais. Tanto é verdade que chegaram a partir pra cima do rapaz.

Foi aí que constatei: eram da torcida “rival”, pois gritam em coro: “Aqui é Mancha!” (referência à torcida organizada Mancha Verde, pertencente ao Palmeiras).

Mas eles eram “tão machos” que a camisa deles estava escondida no bolso largo das calças, que eu pude notar.

PIOR: começaram a chutar o vagão, que pesa toneladas e até balançou!!!!! Eu estava ali e presenciei tudo… E digo mais… Se eu estivesse com pessoas de boa vontade e que não fossem frouxas, pediria para conter estes dois que, para mim são marginais, e daria voz de prisão, caso algo de pior acontecesse.

Sim, voz de prisão, pois qualquer cidadão pode exercer tal ato que, antes de tudo, é exercício legal de civilização e cidadania. Sem querer me esticar no aspecto jurídico, só ressalto que assim estabelece o artigo 301, do Código de Processo Penal:

Art. 301.  Qualquer do povo poderá e as autoridades policiais e seus agentes deverão prender quem quer que seja encontrado em flagrante delito.

Neste caso, é recomendável que se tenha, pelo menos, duas testemunhas (até mesmo para conter o meliante), chamar e esperar a vinda da autoridade policial.

Pra mim, uma das primeiras palavras que penso é VERGONHA, não importa de quem o faça isso, não importa de que time seja.

É simplesmente deplorável, nojento e repulsivo ver ou ouvir casos tão frequentes como este.

Naquela hora eu não vi pessoas semelhantes a mim, vi dois Australopithecos apenas para me fazer concluir que muitos brasileiros sofrem um avançado processo de involução.

O esporte é atividade criada para desenvolvimento e condicionamento não apenas físico, mas educacional, ou seja, integra método disciplinar, faz parte da cultura. Se não conseguimos enxergar a proposta do que realmente seja o esporte, quiçá nos demais aprendizados.

E isso é um dos fatores de termos uma vergonhosa e abandonada situação do ensino no Brasil, que nos faz permanecer IMG_4831no 58º lugar, dos 65 países elencados em relação à qualidade de educação, assim avaliado pelo Programa Internacional de Avaliação de Alunos (PISA) e também divulgado na edição deste mês, pela revista Mundo Estranho, que passo a compartilhar com vocês.

Aqueles alunos crescem (apenas na estatura) e se tornar trogloditas.

Por isso que é de suma importância de compartilhem cultura (em todas as áreas) que possam realmente ser aproveitadas, que busquem cada vez mais conhecimento para que possamos… EVOLUIR.

Anúncios