Rock Clássico – Hard Rock – Progressivo – Rock Pop

rs - Cópia

Rock Clássico

Clássico porque, além de ser a emenda na evolução do Rockabilly e observar raízes do Blues, principalmente com os The Roling Stones, este gênero é um dos mais conhecidos pelos amantes da música em geral.

Compreende, principalmente, as décadas de 60 e 70.

Aqui as guitarras começam a ficar mais agitadas, mas sem conter vocais mais rasgados, porém com timbres até agudos.

Após o frenesi do The Beatles, a Inglaterra começa a realmente servir de berço ao Rock and Roll e até mesmo base no Heavy Metal. Percebam que muitas bandas inglesas começam a revelar todo este cenário.

São exemplos do Rock Clássico: The Roling Stones, Led Zeppelin, Deep Purple, Queen, The Who, The Doors, Bad Company, Dire Straits, dentre tantos outros, já que começa ser a fase mais rebelde, onde o rock realmente começa a deslanchar.

Vocês acham que no Brasil não há espaço ao Rock? Rio de Janeiro não é só de Vinícius de Moraes e Tom Jobim, não rsrsrs:

E reparem nos créditos que eles dão, inclusive para backing vocal. The Rolling Stones estão sempre acompanhados de bons músicos, tal como Lisa Fischer:

E o coro do Rock in Rio que surpreendeu até o Queen:

Hard Rock

A parte mais excêntrica e “fashionista” do Rock está no Hard. Cabelos estilo poodle, roupas coloridas e justas, maquiagens, plataformas, letras sobre mulheres, amor não correspondido e otras cositas mas, marcam a presença deste gênero entre as décadas de 70 e 80.

Devo confessar que é um dos gêneros que mais gosto. É até cômico, mas os sons são muuuuito bons. É daqui que se extrai os piores clipes rsrsrs.

São exemplos do momento Hard ou também conhecido com Glam:

Por enquanto é isso porque esta fase, pra mim, é bem extensa e meu blog também… Então detalharei muito de rock por aqui.

Progressivo

Como muitos poderiam compreender o Progressivo?

Bem, em breve síntese, destaco que este é um gênero do Rock, também apenas denominado Prog, reservado aos roqueiros mais estudiosos, ou seja, que se preocupam com a própria teoria musical mesmo em suas composições.

Não interessa os farfalhar ou glamour, mas sim a evolução rítmica. Sempre caçoo (mas numa forma de brincadeira boba e sadia mesmo) que os adeptos deste gênero são os “metaleiros nerds”. Portanto, não se espante em achar uma composição Prog como complexa ou bem cadenciada.

Solos de guitarra bem extensos e variados sons nos teclados são marcantes do Prog.

Ah! E a capa dos álbuns são sempre comentadas e remetem a significados diversos, além de prestigiar outros estudos, tais como pintura, psicologia etc.

Serei bem sincera, Progressivo não faz meu estilo. Sou apenas ouvinte e não musicista rsrsrs.

Obviamente que gosto de alguns clássicos e performances musicais, mas não as escuto com alma e ouvidos de Progs.

Porém, vou elencar bandas e músicas típicas:

O trecho desta mais famosa música do Rush reflete, exatamente, o que tenho pensado de mim mesma nestes tempos:

Though his mind is not for rent

Don’t put him down as arrogant

His reserve, a quiet defense

Riding out the day’s events

The river

Always hopeful, yet discontent

He knows changes aren’t permanent

Embora sua mente não esteja de aluguel

Não o rebaixe como arrogante

Sua reserva, uma defesa quieta

Contornando os eventos diários

O rio

Sempre esperançoso, embora descontente

Ele sabe que as mudanças não são permanentes

Rock Pop

O termo correto é Pop Rock, mas inverti de forma proposital em consideração ao mês do Rock que tenho feito aqui nos posts.

O estilo dispensa maiores explicações. Mistura o Rock e o Pop, ou seja, mais leve, popular e comercial.

Tal estilo alcança muitas bandas brasileiras, por exemplo, mas deixarem a parte Rock, Heavy, Punk e Pop Rock brasileira para um post específico – óbvio que não os deixaria para trás, né.

Mas aqui vou elencar somente algumas porque a lista de bandas neste estilo é enorme e abarca várias décadas.

Na minha opinião, possui também uma linha até que tênue com o Rock Alternativo.

Bom, é mais ou menos o que consigo recordar por agora.

Até o próximo post e estejam preparados ao penúltimo post sobre o mês do rock, com algo… digamos… mais cavalar: Heavy Metal Tradicional, o Punk e seus derivados.

Bjão e boa semana pra todos ou, como diria Bom Jovi, Have a Nice Day!

Anúncios