Simplesmente Gisele

No último dia 15, o mundo presenciou a despedida da super, hiper, mega, blaster Top/Über Model Gisele Bündchen das passarelas (carreira esta iniciada há mais de 20 anos), despedida esta programada para que fosse ocorrida na São Paulo Fashion Week (SPFW), um dos eventos de desfiles mais importantes da Moda.

Muita consideração da modelo (modelo em amplo sentido), de registrar sua “aposentadoria” no Brasil e em especial na SPFW, local precursor do despontar de sua carreira profissional.

Isso sem contar na gratificação eterna que a marca fashionista e, também brasileira, Colcci tem de tê-la contratado para sua campanha, com o privilégio de ver nossa modelo encerrando um de seus ciclos justamente em sua coleção.

Devo confessar que eu mesma somente valorizei o mundo da moda através de Gisele. A evolução de sua carreira evoluiu a própria moda.

Atentei-me que a moda pode ser estendida e encontrada em diversas outras abordagens e revoluções artísticas, além de estar atrelada à exteriorização pura da personalidade de cada um.

Gisele surpreendeu e também superou momentos difíceis. E pensar que frequentou o cursinho de modelos para corrigir sua postura. Coluna? Se esse pudesse ser algum problema antigamente, hoje é pilastra que sustenta o Brasil na história da Moda.

De modelo a Top Model

Das passarelas às propagandas

Dos books às capas de revistas

mulher.uol.com.br

mulher.uol.com.br

De criticada à ativista (embaixadora da ONU)

Isso sem contar na Gisele esposa, mãe, empresária, estilista, se aventurando como atriz e arrancando até boas críticas etc.

Sempre cuidou de sua imagem e nunca misturou sua vida pública e profissional com a exposição de sua vida provada, especialmente de sua família.

Porém, soube muito bem ensinar a mistura do glamour com o estilo básico e simples de ser que todos nós precisamos ter. Gisele já desfilou com modelitos de grifes da mais alta costura, sem nunca desprezar o bom e velho jeans, ou seja, provou que o jeito de ser é quem dita a moda, de que para tudo há ocasiões e ocasiões e de que a moda mão deve ser sinônimo de futilidade.

Por isso são mais que merecidos os Parabéns e votos de muito sucesso.

Confira seu desfile bem emocionado, tanto dela, quanto das demais modelos e do público:

Achei uma matéria com sua retrospectiva também bem interessante (http://ffw.com.br/models/noticias/gisele-bundchen-completa-20-anos-de-carreira-em-2015-veja-retrospectiva/).

Anúncios