Cuidado com a amizade ingênua

Alguns pensamentos que remetem perfeitamente ao filme escolhido da semana (https://favodefel.wordpress.com/2015/03/29/o-conde-de-monte-cristo/):

“… aquele que percebe um semelhante em apuros e aguarda que este lhe peça socorro já está, malignamente, a excogitar recusa” (trecho extraído da obra A Divina Comédia, de Dante Alighieri, Purgatório, Canto XVII);

Separe o joio do trigo
O Maquiavel do seu amigo (Obrigado não, de Rita Lee);

A confiança do ingênuo é a arma mais útil do mentiroso” (Stephen King);

Não importa o que fizeram de mim, o que importa é o que eu faço com o que fizeram de mim” (Jean Paul Sartre);

Os amigos são perigosos não tanto pelo que nos levam a fazer, mas pelo que nos impedem de fazer” (Henrik Ibsen);

Não pode ser seu amigo quem exige seu silêncio ou atrapalha seu crescimento” (Alice Walker);

Deus me defende dos amigos, que dos inimigos me defendo eu” (Voltaire);

Deve-se aprender sempre, até mesmo com um inimigo” (Isaac Newton);

Há pessoas que não querem apenas ganhar: querem que você perca! E elas nem percebem que também perdem se você perder” (Carlos Hilsdorf);

Raras são as pessoas que têm caráter suficiente para se alegrar com os sucessos de um amigo sem ter uma sombra de inveja” (Ésquilo);

Existe três cachorros perigosos: a ingratidão, a soberba e a inveja. Quando mordem deixam uma ferida profunda” (Martinho Lutero);

Nunca grite alto a sua felicidade Pois a inveja tem sono leve” (Rafael Silveira);

Em política, os aliados de hoje são os inimigos de amanhã
(Nicolau Maquiavel);

Aquilo que não me mata, só me fortalece” (Friedrich Nietzsche)

Anúncios