Julieta Imortal

A dica ao livro do mês que li fica por conta de Julieta Imortal.

IMG_1619IMG_1620 A famosa obra teatral e literária de William Shakespeare, envolvida de mistério quanto à existência de seus principais personagens, servira de inspiração à escritora Stacey Jay para dar uma nova e sombria versão: de que Julieta, na verdade, teria sido assassinada por Romeu, seu grande amor proibido, quando este fora seduzido por um feiticeiro mercenário para sacrificar a vida de seu amor em troca da eternidade.

De fato isto ocorre, mas não da forma como se esperava, onde ambos se reencontram.

O decorrer da estória aborda uma batalha espiritual travada por agentes do bem e do mal entre várias reencarnações. Ela com o fito de propiciar o encontro de almas gêmeas e protegendo-as e ele com a missão de destruí-las, aniquilando Julieta em cada tentativa e envenenando outros romances.

Para Jay, Romeu é retratado como o grande vilão em sua trama, que influenciara Shakespeare a escrever um romance segundo suas mentirosas narrações. Arrojada, mas sem ser desrespeitosa para com Shakespeare, a autora leva o leitor ao entendimento de que a versão mais famosa e antiga deste casal é que seria fruto de uma invenção.

IMG_1617IMG_1618Em certo momento tudo parece conspirar, induzindo o leitor a desconfiar de todos os personagens.

Discussões e fugas, carregadas de sentimentos intensos, estão espalhadas pelos capítulos com um ar de vingança sobre ambos os polos.

Recomendo a leitura.

Ficha técnica:

Título original: Juliet Immortal

Editora: Novo Conceito

Tradução: Patrícia Dias Reis Frisene

Foto capa: Yolande De Kort / Trevillion Images

Gênero: Romance norte-americano

ISBN: 978-85-63219-57-2

Edição: 1ª Impressão – 2011

Páginas: 240

Anúncios